Deputado Natalino apoia programa federal, porém ressalta que melhorar a qualidade das redes elétricas é imprescindível

Santa Catarina será o primeiro Estado a participar do Programa Internet para Todos do Governo Federal. O objetivo é levar internet banda larga a áreas rurais e localidades que ainda não têm o serviço. Para o presidente da Comissão da Agricultura e Política Rural, deputado Natalino Lázare, é uma conquista para os catarinenses, mas vale lembrar que não adianta ter acesso à internet se não se tiver investimentos para uma eletrificação rural de qualidade.

“Atualmente o agricultor tão tem condições de usar as tecnologias que existem na cidade e vamos em busca de recursos para fazer com que o homem do campo tenha acesso a uma rede de qualidade, substituindo as monofásicas por trifásicas. A precariedade do sistema também não permite que os jovens tenham acesso à telefonia e internet móvel, corroborando para o grave problema do êxodo rural”, destaca o deputado Natalino.

O parlamentar encaminhou, em novembro, uma moção à Bancada Catarinense no Congresso Nacional, solicitando apoio para a inclusão de uma emenda orçamentária para o próximo ano, com foco na eletrificação rural, visando ampliar as redes elétricas para o sistema trifásico.

“Desde o inicio do meu mandato, este tema faz parte da minha pauta. Santa Catarina possui uma vasta área rural com potencial de crescimento, sendo modelo e referência para todo o país, porém a grave situação da eletrificação rural tem sido um fator impeditivo para o nosso desenvolvimento econômico”, enfatiza Natalino.

Programa Internet para Todos

Esse projeto começa por Santa Catarina e em fevereiro de 2018 já serão levados os primeiros pontos do Estado a internet para todos. Ao todo serão cerca de 40 mil pontos disponibilizados, que também serão usados para defesa, educação e saúde. O município que quiser participar deverá se inscrever e se for selecionado será responsável por ceder um terreno, além de custear despesas de energia elétrica e segurança do local. O governo federal fará a instalação de todo o equipamento sem custo para as prefeituras.

A viabilidade do programa é devido ao lançamento do satélite brasileiro, lançado em 4 de maio de 2017, com capacidade de levar internet para 100% do território brasileiro a uma velocidade de 58 gbps em banda ka, com 67 feixes.

Confira os nossos Projetos de Leis
Acesse a nossa página no Facebook