O parlamentar é totalmente contra a concessão da honraria

O deputado Natalino Lázare está liderando, desde quinta-feira, um movimento na Assembleia Legislativa e vai protocolar o pedido de revogação do título de Cidadão Catarinense concedido ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a exemplo do que ocorreu no ano passado, quando o Parlamento cassou a concessão da Medalha Anita Garibaldi ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, hoje preso por corrupção, foi cassado pelo Parlamento estadual.

Natalino Lázare não era deputado em 2008, quando o Parlamento catarinense aprovou a concessão da honraria. Estranhamente, nestes 10 anos que se passaram, o título não foi devidamente outorgado, o que deve ocorrer no sábado, em Florianópolis, pelas mãos de líderes do partido do ex-mandatário.

O parlamentar, presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Alesc, é totalmente contrário à concessão da honraria a Lula, condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

CONTEXTO HISTÓRICO

Quando o título de Cidadão Catarinense foi aprovado pela Assembleia, em 2008, Lula ainda exercia o cargo de presidente. Era um outro contexto político.

“No momento atual, diante de tanto sofrimento da população catarinense em função dos desmandos, da corrupção endêmica e das políticas públicas que atenderam apenas segmentos específicos da sociedade, penalizando duramente a maioria dos brasileiros; além de ações duvidosas no exterior em detrimento de investimentos no próprio país (Santa Catarina espera, desde 2003, por exemplo, a duplicação da BR-470), que ainda é um sonho distante, pois as obras se arrastam a passos de tartaruga,” argumenta Natalino.

Confira os nossos Projetos de Leis
Acesse a nossa página no Facebook