Entre as reivindicações está barrar a importação de alhos de países do Mercosul e da China

A crise do alho foi debatida na Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, desta quarta-feira, 11, presidida pelo deputado Natalino Lázare. Durante a reunião, o secretário de Agricultura de Frei Rogério, Itamar Gasparini, apresentou as reivindicações e demandas dos produtores, em especial a necessidade de barrar a importação de alho de países do Mercosul e da China.

O secretário afirmou que está inviável o cultivo de alho, pois o custo estimado de produção é de R$ 6,00 por Kg e a venda está em R$ 3,00; Outra reivindicação foi o problema do financiamento junto aos bancos. O deputado Natalino, que é um grande apoiador dos pequenos produtores, se prontificou em realizar uma agenda no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) para discutir a questão dos financiamentos e o prolongamento das parcelas em aberto dos agricultores.

PLANO SAFRA

Foi deliberado também que o lançamento do Plano Safra 2018/19, da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, será realizado em Videira, no dia 9 de agosto. Isso é resultado da preocupação do deputado Natalino em promover eventos na região da Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp).

O evento será realizado em parceria da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Federação dos Trabalhadores da Agricultura (Fetaesc), Prefeitura de Videira, Câmara de Vereadores de Videira e Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário no Estado de Santa Catarina vinculada à Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário.